Agenda Hype: Bienal do Livro, Pixar in Concert, Cinema Africano, Dia da Pizza e outras 24 dicas culturais – Hypeness

Nesta semana o desafio do destaque está lançado. A Agenda Hype chega chegando com 28 dicas culturais que passam pela literatura, música, cinema, gastronomia, cênicas, visuais e muito mais. A 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo vai até domingo num encontro das principais editoras do país, além de uma programação cultural de respeito e sessões de autógrafos.
O Pixar In Concert estreia mais uma edição fazendo um passeio por 15 clássicos do cinema de animação musicados ao vivo pela Orquestra Sinfônica Brasileira no Teatro Alfa. Nos shows, o lançamento do novo EP da MC Tha no Circo Voador; o Arraiá do Forró da Taylor com Mariana Aydar e outras atrações malemolentes; e a Festa Mafaro, no Tendal da Lapa, com o reggae batendo forte no som com Dubversão, Monkey Jhayam, Liz Ventura e muito mais.
São Paulo e Curitiba recebem a Mostra de Cinemas Africanos, com cerca de 50 títulos de 20 países africanos, com destaque para a produção feminina e filmes inéditos no Brasil. Já o Teatro Sérgio Cardoso recebe o espetáculo Vozes Negras – A Força do Canto Feminino, nesta semana homenageando Dona Ivone Lara e Clementina de Jesus.
Nesta semana tem Dia da Pizza, e a Oli preparou um cardápio especial para a data – ainda que o especial mesmo seja sentar no salão lindo da casa localizada em Pinheiros. Para amantes dos vinhos, a boa é aproveitar o Rodízio lançado pela Vinícola Campestre, com 15 rótulos servidos a vontade no Wine Bar.
Vem na minha!
26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Expo Center Norte
2 a 10 de julho, das 9h às 21h
R$ 30 e R$ 15 (meia entrada)
O evento é palco para o encontro das principais editoras e distribuidoras do país, apresentando seus mais importantes lançamentos e organizando encontros com escritores para autógrafos. Além da grande oferta de livros, a Bienal do Livro tem uma programação cultural lindona com bate-papos e palestras. Destaque para o espaço “Cozinhando com Palavras”, com palestrantes, chefs, jornalistas e autores ligados ao universo gastronômico, além do “Espaço Cordel e Repente”, com uma extensa programação com debates, palestras, shows, contação de histórias e apresentações artísticas.

VI SPHarpFestival – Festival Internacional de Harpas
Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
6 a 10 de julho, às 13h e às 15h
Grátis
Com harpistas da África do Sul, Áustria, França, Japão e Brasil, o festival gratuito chega a sua 6ª edição com duas apresentações diárias, que acontecem no átrio central do edifício e no teatro de 120 lugares do CCBB SP. O evento traz harpistas que tocam em harpas diferentes como sinfônica, elétrica e koto (harpa horizontal japonesa). Serão repertórios bem diferentes, com música clássica, pop, world music, celta, Broadway, trilhas de filmes, rock, heavy metal, e tradicionais japonesas e sul-africanas. Nos dias 8 e 9, o Grupo Fujiyama Nippon de Koto sobe ao palco com seus 10 integrantes para apresentar a música tradicional japonesa, como a “Rokudan no Shirabe”.
Amaro Freitas
Teatro Castro Alves (TCA)
6 de julho (quarta-feira), às 20h
R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia)
O pianista Amaro Freitas retorna a Salvador para apresentar o show de seu terceiro álbum, “Sankofa”, lançado em junho do ano passado e incluído em inúmeras listas dentre os melhores de 2021, com importante repercussão nacional e internacional. Ao lado de Jean Elton (baixo) e Hugo Medeiros (bateria), com quem forma o Amaro Freitas Trio desde 2015, o trabalho emprega intrincados padrões rítmicos e variações de compasso como se resignificasse os signos antigos de seus ancestrais, numa busca espiritual por histórias esquecidas, filosofias antigas e figuras inspiradoras do Brasil Negro.
Amaro Freitas Trio | Foto: Jão Vicente
Vozes Negras – A Força do Canto Feminino
Teatro Sérgio Cardoso
Até 7/8 – quinta a sábado, 20h30; domingo, 17h
A partir de R$ 25
O segundo espetáculo da série musical “Vozes negras – A Força do Canto Feminino” exalta o samba – seus terreiros e sua ancestralidade – homenageando duas de suas maiores damas: Clementina de Jesus e Dona Ivone Lara. Sem esquecer das “tias” baianas que se fixaram no centro do Rio de Janeiro no fim do século XIX, numa região chamada Pequena África; e o famoso quintal da Tia Ciata, por onde passaram grandes nomes do samba. No repertório musical do show “Samba, Terreiro e Ancestralidade”, grandes sucessos de Clementina e Dona Ivone. Em cada sessão desta semana acontece um debate convidando Érika Hilton, Preta Ferreira e Ana Paula Xongani.
Vozes Negras – A Força do Canto Feminino
Davi Sabbag e Fado Bicha
Casa Natura Musical
Quinta-feira, dia 7, a partir das 21h30
R$ 30 a R$ 90 (pista)
A casa recebe uma noite dois em um. O Fado Bicha é um projeto musical, performativo e ativista criado em Lisboa por Lila Fadista (voz e letras) e João Caçador (composição e instrumentos). Já Davi Sabbag, após o sucesso à frente da Banda Uó, uma das primeiras expoentes da cena LGBTQIA+ do Brasil, deu início a sua carreira solo.

 
MC Tha + Jup do Bairro
Circo Voador RJ
Sexta, 8, 22h
R$ 60 a R$ 120
Conectando o tradicional e o contemporâneo em um mesmo tempo, MC Tha versa entre o sagrado e o profano no projeto transmídia “Meu Santo é Forte”. O EP, composto por cinco composições já entoadas pela voz de Alcione, apresenta um mergulho profundo da artista em pesquisas e vivência com as religiões afro-brasileiras, mesclando estéticas e ritmos de um jeito original, atual e genuíno por meio do funk, tambores e pontos cantados. Ele também se desdobra no programa “Clima Quente Show”.

Arraiá do Forró da Taylor
NAU Cidades – RJ
Sábado, dia 9, 20h
R$ 30 (2º lote)
Julho tem arraiá? Tem sim senhor! E o Forró da Taylor montou uma programação deliciosa para a festança. Vai rolar quadrilha, comidas típicas, brincadeiras inéditas e prendas inusitadas, além de muitas atrações maravigolds como Mariana Aydar, Sereias da Guanabara, Juliana Linhares, Alulu, Vitoria Rodrigues, Baile dos Ratos, Tocaia, Caio Vargas, Tiana Mariah (mestra de cerimônias), DJ Pivete, DJ Tales Mulatu e Quadrilha Junina Explosão de São João.
Itinerância Rebel
Arena Carioca Jovelina Pérola Negra (Pavuna)
8 e 9 de julho
Grátis
Ao longo do mês de julho acontece a 1ª edição do festival de música independente Itinerância Rebel. Promovido pela casa de shows independente Audio Rebel, o evento acontece em formato híbrido, com programação online, além de oficinas e dos shows presenciais nas arenas culturais da Zona Norte do Rio. Na sexta-feira, às 15h, acontece a segunda oficina de passinho conduzida pela cria da Maré, Codazzi Idd. Já no sábado, a partir das 17h tem show do grupo de trap da Maré, Black Owl, a banda underground do centro do Rio, Oruã, seguido de Tantão e os Fita e fechando com Juçara Marçal e Kiko Dinucci, apresentando o memorável disco Padê.
Anime Friends 2022
Espaço Anhembi (Pavilhão Norte/Sul)
8 a 10 de julho
Sexta, das 11h às 22h; Sábado, das 10h às 22h; Domingo, das 10h às 21h
A partir de R$ 100
O Anime Friends – maior evento dedicado à cultura pop oriental na América Latina – está de volta com um extenso cardápio de atrações. Em sua 17ª edição, o festival reunirá, como de costume, shows nacionais e internacionais com ídolos do pop e rock oriental, bate-papos com atores que dão vida a super-heróis, áreas temáticas, exibição de animes e os tradicionais concursos de cosplay. Serão três dias de programação intensa espalhadas entre os palcos, auditórios e áreas temáticas.
Pixar in Concert
Teatro Alfa
9 a 17 de julho, aos sábados e domingos, às 11h, 15h30 e 19h30
R$ 25 a R$ 220

No espetáculo, a Orquestra Sinfônica Brasileira apresenta músicas e cenas de 15 clássicos, incluindo o filme de animação inaugural da Pixar, “Toy Story”, e os filmes vencedores do Oscar® “Procurando Nemo”, “Os Incríveis”, “Ratatouille”, “WALL-E”, “Up – Altas Aventuras” e “Viva – a vida é uma festa”. A regência é do Maestro Adriano Machado.

Festa Mafaro
Tendal da Lapa
Domingo, 10, das 14h às 21h
Grátis
Uma festa de respeito para amantes do reggae! Segura essa programação: Analog Trio (Jorge Du Peixe, Marafo, Bruno Secilians), Yellow-P (Dubversão), Lys Ventura (Fresh!), Monkey Jhayam + Victor Rice (participação Kika), projeções de André Oliveira Cebola, exposição “Parede Preta Tinta Branca”, Live Painting com Felipe Risada + Carolina ITZÁ + Enivo; Feira de discos + Feira de arte. Ufa! E ainda tem  arrecadação de alimento para o projeto Sopão das Manas. Chama!
Rosa dos Ventos
Theatro Municipal
Segunda, 11 de julho, 19h
R$10 a R$40
Projeto inédito reúne no mesmo palco André Mehmari, Salomão Soares, Tiago Costa e Hercules Gomes, alguns dos mais expressivos pianistas da Música Popular Brasileira, em 4 pianos, tocando ao a 8 mãos. O show trará composições inéditas produzidas especialmente para o projeto, que deve virar um DVD.
Joe Silhueta | Sobre saltos y outras quedas
A banda Joe Silhueta, projeto musical brasiliense encabeçado por Guilherme Cobelo, ressurge refrescante, tropicalíptica, deliciosamente brasileira no segundo disco da carreira, após o elogiado Trilhas do Sol (2018), queridinho de seu ano por veículos como Popload e Música Pavê. Mais arejado que o antecessor, o álbum revela uma banda que não se prende a fórmulas passadas, assumindo o risco de experimentar novos caminhos em sua trajetória errática.

Bel Medula | Abala Ladaia
Beats eletrônicos e sintetizadores são as marcas registradas do disco que traz uma atmosfera electro-experimental embalada em melodias faladas. Dessa forma, pontua a narrativa criada por letras que discorrem sobre temas diversificados inseridos no conceito do álbum, que é dividido em duas partes, cada uma com seis faixas. A faixa que leva o título do álbum ganha destaque em audiovisual assinado pela uma.noz produtora e com direção coletiva por Bel, Douglas Jung, Elizabeth Thiel, Thais Andrade, Lau Baldo e luczan.

Ana Barroso e Guigga | Chelenguim
“Dois pra lá, dois pra cá. Xote dengoso sobre amor, mas não só.” Depois de mais de dez anos de amizade, Ana Barroso e Guigga finalmente lançam um trabalho em parceria. Vozes do sertão da Bahia que reverenciam e atualizam o forró num elo entre o original e a tradição. Com direção musical, triângulo e zabumba de Sebastian Notini, o dueto foi gravado em Salvador e conta ainda com a participação do sanfoneiro Gel Barbosa.

saudade | bem vindo, amanhecer
saudade vai de Jorge Ben Jor a Tim Maia em arranjos inspirados por Lincoln Olivetti e músicas dançantes e esperançosas no seu segundo disco. O artista mescla referências vintage com abordagem e sonoridade atuais, oferecendo o frescor de um novo olhar para a MPB. Composto no auge da pandemia, o disco entrega no título a vontade de sair para viver intensamente a vida lá fora e de celebração do fim de uma longa noite.

Marianna Ferrari | O Canto da Sereia
A imagem e misticismo da sereia rondava a imaginação de Marianna Ferrari desde criança, nascida em Florianópolis. Estar em uma ilha, cercada de água, trouxe essa como uma forma de auto representação que ela trabalhou continuamente desde então e viu tomar forma com o seu novo videoclipe. A faixa, inteiramente instrumental, é regada por momentos de experimentação e repetição de padrões de som, que são complementados por barulhos de baleias, tornando o ambiente ainda mais profundo.

Celeste | Lei de Benford
O grupo é uma união dos músicos baianos Ivan Souza (baixo e synths), Marcus Rossini (bateria e efeitos de percussão) e Sergio Magno (guitarra e programações) e do carioca Rodrigo Barba (bateria e efeitos de percussão) que faz parte da antológica Los Hermanos, faz seu debut com este single que já nasce acompanhado de clipe.

Mostra de Cinemas Africanos 2022
São Paulo: de 6 a 20 de julho
Curitiba: de 7 a 13 de julho
Entrada até R$ 24
O evento reúne cerca de 50 títulos de 20 países africanos, com destaque para a produção feminina e filmes inéditos no Brasil, além de atividades paralelas como debates, masterclasses e painéis com a presença de convidados do continente. A mostra traz ainda a exibição de curtas online para todo o Brasil, realizada pelo Sesc SP. Entre os destaques deste ano estão o thriller sul-africano “Boa Senhora”, de Jenna Bass e Babalwa Baartman; “Caminhar Sobre a Água”, que marca a estreia na direção da franco-senegalesa Aïssa Maïga, que vem à capital paulista para apresentar seu documentário. Fazendo sua estreia mundial, “Otiti”, da nigeriana Ema Edosio, segue a história de uma costureira que assume a responsabilidade de cuidar do pai doente que a abandonou quando criança. Ema também vem ao Brasil para apresentar uma masterclass sobre sua experiência como realizadora independente na Nigéria. Do Quênia, a comédia inédita “Contos da Cidade Acidental”, de Maimouna Jallow, mostra um eclético grupo que se reúne online para uma aula de controle de raiva.

Belas Sonoriza | O Mágico de Oz
Petra Belas Artes
Domingo, 10 de julho, às 17h
R$ 50 e R$ 25 
Um clássico de 1939 do diretor Victor Fleming, “O Mágico de Oz”, ganha sonorização ao vivo com as músicas do clássico álbum “The Dark Side of The Moon” de 1973 da banda Pink Floyd. O evento, que acontece dentro do Belas Sonoriza – programação do Petra Belas Artes que traz um filme musicado ao vivo por uma banda convidada. A sonorização fica por conta da banda Pink Floyd Dream, experiente em interpretar canções antológicas da banda britânica. E apesar de serem separadas por décadas, as duas obras se combinam perfeitamente, apresentando sincronismo entre trilha e magia.

Encerramento do Amor
Oficina Cultural Oswald de Andrade
Dias 7, 8 e 9 de julho (Acessibilidade em Libras na sexta-feira)
Grátis
A trupe brasiliense Companhia Setor de Áreas Isoladas retorna à capital paulista para três apresentações do espetáculo que faz releitura da obra Clôture de l’Amour, do dramaturgo francês Pascal Rambert. Em cena, a atriz Ada Luana divide a cena com João Campos e Taís Felippe, dirigidos por Diego Bresani. A peça acompanha um casal que vive seus derradeiros dias de amor e um embate sufocante e desigual que surge desse descompasso. Para dar vazão à complexidade de sentimentos, o espetáculo trabalha com um duelo de palavras, muito focado em discursos fortes que sintetizam a violência, as memórias e a bagagem dessas duas pessoas, a fim de discutir sobre nossa capacidade de escuta, diálogo e compreensão do outro.
A Gente É Sutil, Vocês São Explícitos
Galpão do Folias
De 7 a 24 de julho | Quinta a sábado, às 20h Domingo, às 19h
Grátis
Leandro Souza e Allyson Amaral fazem nova temporada do espetáculo de dança contemporânea no Galpão do Folias. A obra nasceu de uma conversa casual entre dois artistas de países diferentes e investiga as subjetividades envolvidas na separação do mundo entre “nós” e “vocês”.
A Gente É Sutil, Vocês São Explícitos | Foto: Gabriele Sousa
O desenho na obra de Anna Bella Geiger
Oi Futuro RJ e galeria virtual
Até 24 de julho
Grátis
Anna Bella Geiger é uma artista de seu tempo. Aos 89 anos, é sempre capaz de trazer um novo olhar sobre o cotidiano, o mundo e a arte. E, quase sempre, destacando a beleza do simples. A exposição, com curadoria da própria artista e realização da Zucca Produções, traça uma retrospectiva do desenho pelas sete décadas de carreira de Anna Bella nas artes visuais. Além de abrigar as obras da artista, o Oi Futuro facilita o acesso à coletânea de seus desenhos disponibilizada numa galeria virtual. O visitante poderá conferir alguns de seus desenhos originais feitos na década de 1960, filmes de videoarte gravados nos anos de 1970 e, com ajuda de monitores no local, visitar a galeria virtual, com mais de 50 obras da artista, que poderá ser acessada por computadores, óculos de realidade virtual e projetada na parede da galeria, onde o visitante é quem comanda o passeio.

rio pequeno, de floresta
Círculo de Poemas
Os poemas deste que é o quarto livro do poeta e tradutor floresta, compõem uma espécie de romance de formação, passeando por temas, lugares e questões constitutivas: a casa da infância, a família, os amores, o tempo, as descobertas e redescobertas do corpo e do erotismo. O título do livro se refere ao distrito Rio Pequeno, zona oeste da cidade de São Paulo. Região historicamente banhada por águas, hoje tem muito de seus córregos concretados ou transformados em esgotos a céu aberto. Ação que cobra seu preço na época das chuvas, provocando enchentes. Assim, entre a imagem da água como nascimento e da água como transbordamento, floresta – uma caneta bic em mãos – controla a força das águas e, ao mesmo tempo, rompe seus diques.
Cai de boca no meu b*c3t@o, de Tamiris Coutinho
Editora Claraboia
Analisar o funk como potência de empoderamento feminino em uma sociedade patriarcal e mostrar a potência dele como um dos movimentos culturais mais importantes da atualidade no Brasil foi a proposta acadêmica do trabalho de conclusão de curso em Relações Públicas de Tamiris Coutinho, formada pela Faculdade de Comunicação Social da UERJ. Assim que Tamiris divulgou seu trabalho nas redes sociais, passou a ser alvo de críticas, discurso de ódio, ataques racistas e misóginos dos bolsonaristas.
Dia da Pizza | Oli
Farinha, água e tempo: assim começa a produção das massas das pizzas na Oli. Os discos, preparados com farinha italiana, fermentam e descansam durante 48h para receberem as coberturas, preparadas com ingredientes cuidadosamente selecionados. Para o Dia da Pizza, comemorado no dia 10 de julho, Olivia Maita criou uma receita especial – a pizza bianca leva mussarela, creme de parmesão, palmito salteado com alho e salsinha, grana padano, raspas de limão siciliano e pipoca de alcaparras. Servida a partir de sexta (8) até o domingo (10), a pizza custará R$ 100 e também estará disponível no delivery através do número (11) 91482-4717 ou dos aplicativos iFood, Rappi e Apptite.

Rodízio de vinhos | Vinícola Campestre
O Wine Bar da Vinícola Campestre abre eventos especiais para amantes dos vinhos. São dois tipos oferecidos, o Rodízio de vinhos para mulheres, que tem como objetivo reunir as amigas, celebrar o encontro, um aniversário ou um dia especial. O evento acontece todas às quinta-feiras, das 18h às 00h, com 15 rótulos Zanotto e Villa Campestre (Sauvignon Blanc, Chardonnay, Gewurztraminer, Moscato, Rose Merlot, Pinot Noir, Syrah, Malbec, Sangiovese, Merlot, Cabernet Sauvignon, Tannat, Casta Francesas, Castas Italianas e Moscatel Branco). O valor para a participação é de R$ 99 reais e o consumo é liberado. E, com a mesma proposta, a segunda experiência é o Rodízio de vinhos aberto a todos, que acontece todas às sexta e sábados, das 18h às 00h. Além dos rótulos de vinhos, é possível fazer harmonizações com o cardápio da casa de tábuas de queijo, frios e pães.

Amélia
O restaurante localizado na Vila Buarque, em São Paulo, é tocado pela chef Dani Borges – à frente do ótimo bar vietnamita Bia Hoi – e sua irmã, a padeira Juliana Borges. Ali, elas apresentam cardápio contemporâneo com referências da família e colocando a panificação no destaque. Todos os pães, geleias e doces são preparados por Juliana e aparecem no menu como estrelas ou acompanhando as receitas criativas de Dani. Uma carta de vinhos focada nos orgânicos e coquetéis criados exclusivamente pelo mixologista Rafael Mariachi completam a lista de sugestões. Aos domingos, a casa serve um brunch, das 10h às 14h, com pães, ovos, bolos, tortas, sanduíches, frutas e bebidas. Destaque para o Pão de queijo canastra (R$ 13, porção com 5 unidades) e para o sanduíche Vegano (R$ 26), com abobrinha, tofu e cebola na ciabatta.

Almoço & Jazz | Blue Note SP
Localizado em um dos grandes polos gastronômicos e culturais da cidade de São Paulo, o Blue Note, filial paulistana do clube de jazz de Nova York, se destaca pelas experiências e não poderia ser diferente quando o assunto é uma simples refeição. A nova aposta da casa é a retomada do tão aguardado almoço, em ambiente que transborda a arte por meio da música de excelência, com pratos exclusivos, desta vez, regados a jazz ao vivo.
Kia Ora
O bar realiza seu “Happy Hour Solidário” quando a cada drink pedido entre 17h e 20h, R$ 1 é destinado para compra de cobertores que serão doados para ao SEFRAS – Serviço Franciscano de Solidariedade, que luta diariamente no combate à fome, a violações de direitos e inserção econômica e social de populações vulneráveis: idosos sozinhos, imigrantes e refugiados, crianças pobres, população em situação de rua e pessoas com hanseníase.
Publicidade
Foto de destaque: ©Derek Brad
Conteúdo sob licença Creative Commons by nc-sa 2.5 br     |    
Política de privacidade     |    
Termos e condições de uso     |    
Solicitação de Remoção de Imagem

source

Deixe uma resposta