Anitta tem fortuna maior que grandes nomes da música internacional; veja – Exame Notícias

A liderança do Top Global do Spotify, tocador de música e podcasts mais utilizado no mundo, não é o único ranking que Anitta fica na frente de outros músicos. Quando olhamos para a fortuna de alguns cantores, a brasileira tem uma patrimônio maior que diversos artistas com carreira internacional. 
Anitta é a cantora brasileira mais tocadas nas plataformas de streaming e conta com mais de 60 milhões de seguidores no Instagram. Atualmente, a cantora está investindo em sua carreira internacional, além de estampar inúmeras campanhas publicitárias. O sucesso estrondoso do hit ‘Envolver’ foi mais um dos passos para Anitta fortalecer a sua marca como uma cantora internacional.
Considerada uma das mulheres mais poderosas do BrasilAnitta é dona de uma fortuna de mais de US$ 100 milhões, cerca de 553 milhões de reais, segundo a revista Forbes. 
O rapper americano Eminem com carreira de mais de 20 anos e diversos hits de sucesso no mundo todo, não é mais rico que a Anitta. Mas também não fica atrás. Eminem tem uma fortuna avaliada em US$ 100 milhões.
Eminem (Kevin C. Co/Getty Images)
Vocalista e guitarrista da banda de rock Pearl Jam, que está no Hall da Fama do Rock and Roll, Eddie Vedder tem uma fortuna de US$ 90 milhões. 
Eddie Vedder, vocalista da banda Pearl Jam (Kevin Winter/Getty Images)
Com uma carreira internacional consolidada e premiada, Nicki Minaj é considerada pelo jornal New York Times como a rapper mais influente de todos os tempos. Apesar de todo esse sucesso, sua fortuna é menor que a da brasileira. A americana tem um patrimônio de US$ 75 milhões. 
Nicki Minaj (Reprodução/AFP)
Com sucesso mundial nos anos 2000, o cantor americano Nelly foi um dos artistas do rap que mais venderam discos na história. Porém, isso não refletiu em uma fortuna maior que da Anitta. Nelly é dono de uma fortuna de US$ 60 milhões. 
Rapper Nelly (Scott Legato/Getty Images)
A cantora ficou, na semana passada, durante três dias na primeira posição do Top Global do Spotify com o hit ‘Envolver’. Segundo estimativas, a plataforma, que é considerado o tocador de músicas e podcasts mais utilizado no mundo, pagou em média US$ 0,0033 por reprodução aos artistas em 2021.
Segundo dados desta terça-feira (29), ‘Envolver’ foi reproduzida 97.560.000 vezes desde seu lançamento na plataforma, o que seria equivalente a 321 mil dólares, ou algo em torno de 1,5 milhão de reais. Vale lembrar que o dinheiro não é repassado integralmente para a cantora, sendo distribuído também para a gravadora, colaboradores, etc.
Outras plataformas de música, como Deezer, Google Play e TIDAL repassam valores consideravelmente maiores aos artistas. O Deezer, por exemplo, paga US$ 0,0056 por play, enquanto a TIDAL paga US$ 0,0087.
(Reprodução/YouTube)
Já no YouTube, a música foi reproduzida quase 90 milhões de vezes, o que rendeu algo entre US$ 180 mil e US$ 360 mil para a cantora.
Mesmo com o grande alcance da música ‘Envolver’, o valor pago pelas plataformas não seria suficiente para aumentar a fortuna da cantora. O que acaba sendo interessante para Anitta, é o grande alcance que a música conseguiu atingir, além da enorme repercussão por atingir o topo do ranking, sendo a primeira cantora brasileira a alcançar este feito.
Anitta pode ser a cantora mais rica do Brasil, mas ainda está (muito) longe das mulheres mais ricas do país. Mesmo sendo minoria nos rankings de fortunas se comparado aos homens, o seleto grupo dos 315 bilionários brasileiros conta com 60 mulheres.
Vicky Safati Safra, por exemplo, possui uma fortuna avaliada pela Forbes em R$ 37 bilhões. A controladora do Banco Safra ocupa o 7º lugar entre os mais ricos do Brasil no ranking geral, além de estar em primeiro lugar no ranking feminino. Já a dona do Magalu, Luiza Trajano, conta com uma fortuna estimada em R$ 23,5 bilhões. O 10º nome da lista, Camilla Godoy Bueno Grossi, acionista da Dasa e Amil, possui um patrimônio avaliado em R$ 7 bilhões, 14 vezes maior que a fortuna de Anitta.
Luiza Helena Trajano, presidente do conselho administrativo do Magazine Luiza (Lailson Santos/Divulgação)
Mais informações

source

Deixe uma resposta