Câmara debate recursos para CTGs em Canoas – Diário de Canoas

Três pedidos de providências feitos na sessão de quinta-feira (23), na Câmara de Vereadores, solicitam um valor somado de R$ 194.604,50, para três entidades tradicionalistas do município. Por ser indicativo para o poder Executivo, não há garantia de que o dinheiro será repassado. No texto de todas as solicitações, é explicado que os valores seriam os economizados pelo Legislativo em 2021. As beneficiadas são: CTG Mata Nativa, CTG Brazão do Rio Grande e Grupo de Pesquisas Folclóricas Aldebarã.

CTG Brazão do Rio Grande pode ser beneficiado
CTG Brazão do Rio Grande pode ser beneficiado Foto: PAULO PIRES/GES

Para a coordenadora da 12ª Região do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Márcia Monteiro, ressalta a importância de um possível investimentos nas entidades. “Tivemos muitas perdas durante a pandemia, o Brazão perdeu muitas pessoas para a Covid-19”, afirma. Para manter as portas abertas, foram feitos eventos de Drive-Thru e ações sociais. “Os trabalhos seguiram, remotos mas seguiram, as reuniões por exemplo, eram no formato online.”
As obras almejadas por Márcia para os CTGs, vão de reformas, como no caso do Mata Nativa, onde foram orçados R$ 63.200 para reboco interno e externo, chegando a construção de um galpão. Este é o caso do Grupo de Pesquisas Folclóricas Aldebarã, que teve a obra orçada em R$ 80 mil. Já para o Brazão, o orçamento prevê a destinação de 52;304,50, também para reformas.
Em conjunto com a possibilidade de obras, a comunidade tradicionalista de Canoas também se mostra animada com a proximidade da Semana Farroupilha. “O povo está com saudades do tradicionalismo”, complementa.

source

Deixe uma resposta