Especial "70 anos sem Richard Strauss", no Caderno de Música – Empresa Brasil de Comunicação

Digite sua busca e aperte enter
Compartilhar:
O Caderno de Música deste sábado (7) traz um especial “70 anos sem Richard Strauss”, e apresenta um pouco da vida e obra deste grande nome da música alemã do período romântico.
Richard Strauss nasceu em Munique, em 11 de junho de 1864, e morreu em Garmisch-Partenkirchen, no dia 8 de setembro de 1949. Ao lado de Gustav Mahler e Richard Wagner, ele é tido como o maior representante do romantismo alemão tardio.
Vindo de uma família de músicos, Richard Strauss estudou violino e harpa quando era criança e, com menos de dez anos de idade, já havia escrito uma serenata para instrumento de sopro. Ao longo da carreira, Strauss foi regente titular da orquestra da cidade de Meiningen e diretor das famosas casas de ópera de Weimar, Berlim e Viena.
Antes de se consagrar como um dos mais importantes compositores alemães de ópera, Richard Strauss já havia conquistado o mundo com a suas séries de poemas sinfônicos e sinfonias. Entre 1886 e 1898 ele escreveu importantes obras do gênero, inspiradas quase sempre em obras literárias. É o caso de “Don Juan”, “Morte e Transfiguração”, “Don Quixote”, e a famosíssima “Assim Falou Zaratustra”, sua obra mais popular.
Conheça mais no Caderno de Música, clicando no player acima. O programa vai ao ar neste sábado, às 11h45, na MEC FM.
Compartilhar:
Criado em 06/09/2019 – 17:58
Reprodução autorizada mediante indicação da fonte.

source

Deixe uma resposta