Festival Instrumental Nacional (FINA) acontece em São Luís – Imirante.com

Na Mira
SÃO LUÍS – Acontece de 19 a 21 de agosto, na Praça Maria Aragão, em São Luís, a 1ª edição do Festival Instrumental Nacional (FINA). O evento vai reunir alguns dos maiores músicos do Brasil e do mundo. Além da programação gratuita de shows, o FINA terá workshops e palestras, promovendo o diálogo fundamental entre público e artistas.
Estarão presentes no evento Wagner Tiso, Hamilton de Holanda, Jaques Morelenbaum e Toninho Ferragutti, além de netos de Villa-Lobos, filhos de Tom Jobim e sobrinhos de Pixinguinha, entre outros, com programação inteiramente gratuita. O projeto tem o Patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de incentivo à Cultura, Realização Trem Mineiro.
O Festival tem idealização e curadoria de Giselle Goldoni Tiso, que não esconde o entusiasmo
com o evento: “Temos uma música riquíssima, variada e com fortes influências dos três grandes pilares que a formataram: o africano, o indígena e o europeu. Em nenhum país temos essa variedade de estilos como temos aqui. Assim como na música cantada, vamos do samba ao jazz, do choro às sinfonias, da bossa aos ritmos nordestinos, sulistas, pantaneiros”. A programação busca justamente contemplar essa diversidade dividida em três temas: a 1ª noite: do choro ao jazz; a 2ª noite: clássicos e ritmos da MPB e a 3ª noite: a MPB na música de câmara.
A programação busca contemplar a representatividade de estilos e gerações. Cada convidado irá prestar uma homenagem a alguns dos maiores nomes da história da música brasileira. Água de Moringa: Pixinguinha; Hamilton de Holanda: Baden Powell; Jaques Morelenbaum: Tom Jobim; Toninho Ferragutti: Hermeto Pascoal; Wagner Tiso: Milton Nascimento; e Quarteto Clarice: Chiquinha Gonzaga. O Quarteto Clarice, aliás, fará sua estreia no FINA. Além de ter uma composição 100% feminina, traz um repertório só de compositoras brasileiras.
A escolha de São Luís para sediar o evento não foi por acaso. Além de ter por objetivo descentralizar o acesso à cultura, levando para locais fora do eixo Rio São Paulo, Giselle enaltece a cidade: “São Luís é um patrimônio da Unesco, uma cidade musical e com uma história de misturas, de muitos encontros”, celebra.
Workshops
Além da programação dos shows, o FINA terá uma programação paralela composta por workshops: Jaques Morelenbaum – ‘O violoncelo e a música popular’ e Toninho Ferragutti – ‘Estudo diário para acordeonistas’; uma aula show do Água de Moringa e uma palestra do Quarteto Clarice – ‘O papel da mulher na construção da MPB’. Nas três noites, serão realizadas ações de sustentabilidade, como parceria com ONG de reciclagem de lixo e medição de carbono para plantio de árvores na própria praça onde serão realizados os shows.
FINA
A ideia do FINA começou a ser gestada em 2015, quando Giselle recebeu um convite. “Naquele ano, recebi uma encomenda de um projeto e resolvi desenvolver o FINA, por uma demanda do meio musical. Havia poucos projetos somente instrumentais e para músicos brasileiros. E como esse segmento é imenso e extremamente variado achei que seria importante um espaço anual para nossos solistas. Acho esse tipo de encontro muito importante: apresenta a produção instrumental e seus inúmeros estilos, fomenta troca e parcerias entre os músicos, criam-se eventos educativos ligados ao tema”, explica. Somos um país de Villa-Lobos, Pixinguinha, Radamés Gnattali, Baden Powell, Hermeto Pascoal, Paulo Moura, Egberto Gismonti, Wagner Tiso, Toninho Horta, Raphael Rabello, Yamandu Costa, entre tantos outros.
Eles construíram uma música cheia de influências, mas muito original e, como já disse, passeando por uma infinidade de estilos. O Brasil é um caldeirão sempre efervescente de grandes instrumentistas”, finaliza.
Veja a programa do FINA 2022
Dia 19/08 (sexta)
 
Shows a partir das 20h:
Água de Moringa
Hamilton de Holanda Trio
Abertura: Tira-teima / MA
Local: Praça Maria Aragão 
 
Workshops às 14h e às 16h30:
Jaques Morelenbaum (14h) – O violoncelo e a música popular
Toninho Ferragutti (16h30) – Estudo diário para acordeonistas 
Local: Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo 
 
Dia 20/08 (sábado)
 
Aula-show às 19h:
Água de Moringa
Local: Praça Maria Aragão
Shows a partir das 20h:
Jaques Morelenbaum Trio
Toninho Ferragutti Quinteto
Local: Praça Maria Aragão 
 
Palestra às 15h:
Quarteto Clarice – O papel da mulher na construção da MPB 
Local: Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo 
 
Dia 21/08 (domingo)
 
Shows a partir das 18h:
Wagner Tiso Trio
Quarteto Clarice
Abertura: Jayr Torres Trio / MA
Local: Praça Maria Aragão
Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.
+Namira
Estorinha
Miss Brasil Mundo
Artista independente
Lançamentos
Homenagens
Lançamento
Imirante.com
Grupo Mirante
Fale com a redação
Mande sua mensagem para redação agora mesmo
(98) 99209-2383
imirante@mirante.com.br
©2022 – Todos os direitos reservados.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.