Majur faz show em festival LGBTQIAP+ gratuito no Rio e divide sonhos: carreira internacional e parceria com Djavan – Extra

Está rolando até domingo o Triboq Pride Festival 2022, com vasta programação gratuita em celebração ao mês do Orgulho LGBTQIAP+ na região do Porto Maravilha. Amanhã, às 20h30, Majur faz um grande show em um palco montado na Praça Mauá. Às vésperas da grande noite, a artista descreve:
— Estou nervosa! Nunca cantei para o público LGBTQIAP+ específico do Rio, o que também me deixa bem animada. Não sei o quanto de gente que vai, mas será uma loucura! Estar nesse evento como uma das principais artistas, falando de mulher preta e trans, já diz muito sobre um poder (de representatividade).
Leia também: Black Eyed Peas lança novo single, faz planos de voltar ao Brasil e elogia Anitta: ‘Ela é impressionante’
Majur tem colecionado festivais em sua carreira. Além desse, na lista estão ainda eventos como Lollapalooza, Rock The Mountain e a próxima edição do Rock in Rio, quando a artista fará uma homenagem a Elza Soares:
— Tem sido emocionante ver onde meu trabalho está indo. O tributo a Elza é algo que ainda não me tomou completamente. Acho que vou me mijar, chorar, rir… Tudo ao mesmo tempo!
Hoje, o Triboq Pride Festival recebe a cantora Ju Moraes (às 19h). Amanhã, além de Majur, canta Lia Clark (19h). No domingo, o evento no Centro do Rio conta com Maria Gadu (às 18h30) e Rebecca (às 22h). Além dos shows, haverá debates no auditório do Museu do Amanhã, feira queer no Museu de Arte do Rio, entre outras interações.
Confira mais: Majur divide planos do casamento e celebra Dia do Orgulho LGBTQIAP+: ‘Orgulho de termos lutado para sermos quem a gente é’
— Todos os espaços são necessários para que a gente realmente evolua enquanto sociedade. O que me toma nesse momento, além da gratidão ao público LGBTQIAP+, que lutou para a gente conseguir chegar até aqui, é o orgulho de estar fazendo tudo isso com liberdade para ser eu — celebra Majur
Carreira internacional
"Vou internacionalizar minha carreira em breve. Hoje temos diversos artistas brasileiros como representantes lá fora e acho que também é importante entender que Brasil é pluralidade, diversidade musical. Sinto necessidade de levar minha musicalidade, que é baiana, para o mundo", diz Majur.
Veja também: Como ‘Tropa’, de Anitta, relembre outros clipes inspirados no universo gamer
Parceria dos sonhos
"Estou em turnê agora, mas esse ano vou fazer lançamentos. Já sei quais serão as músicas, só não decidi se será um álbum ou um EP", adianta a cantora, que compartilha: "Uma parceria dos sonhos seria Djavan. Acho que vou zerar minha vida quando eu fizer alguma coisa com esse homem. Não precisa nem ser um feat, se ele escrever para mim eu canto, se quiser que eu cante uma música dele, eu canto, qualquer coisa! (risos)".
Orgulho da trajetória
"O maior orgulho que sinto hoje é de mim mesma. Por eu ter conseguido sair da minha casa, adolescente, com poucas informações ainda, mas correndo atrás para tentar. Estudei design, música desde os cinco anos, corri muito atrás de estar exatamente onde eu estou e até mesmo em outros lugares em que eu nem imaginava".

source

Deixe uma resposta