Marisa Monte inclui em novo show música que não cantava há mais de 20 anos – VEJA

Com um show luxuoso e cinco trocas de figurinos, a cantora Marisa Monte deu início na noite desta sexta-feira, 4, em São Paulo, a sua nova turnê, Portas. O show era para ter estreado em janeiro, mas ela precisou adiar seis apresentações após ter sido contaminada com Covid-19. 
A espera, no entanto, valeu a pena. Marisa apresentou um certeiro repertório que mesclou canções do novo álbum com clássicos da carreira. Do passado, entraram Ainda Bem, Beija Eu e Já Sei Namorar (dos Tribalistas). A surpresa ficou com por conta do hit Ainda Lembro, que ela não tocava ao vivo há, pelo menos, 20 anos, e entrou no repertório após pedidos dos fãs em uma enquete promovida pela artista. 
No palco, Marisa demostrou um grande entrosamento com a banda. E não era para menos, durante a pandemia, todos os músicos participaram ativamente do processo de produção e composição do novo álbum. Pretinho da Serrinha, por exemplo, compôs com ela a música Elegante Amanhecer, em homenagem à Portela, escola de samba do coração da cantora. Já o baixista Dadi (dos Novos Baianos e de A Cor do Som) compôs a faixa título Portas e também A Língua dos Animais
Uma das presenças mais marcantes, no entanto, foi a do novo parceiro musical de Marisa, Chico Brown (neto de Chico Buarque e filho de Carlinhos Brown), de apenas 23 anos, que tocou teclado, baixo, guitarra e violão e compôs com Marisa três faixas do repertório. “É um sobrinho que a vida me deu. Vi esse menino nascer”, disse Marisa. A banda também contou com Davi Moraes (filho de Moraes Moreira), com quem Marisa compôs no passado Velha Infância, também dos Tribalistas. 
Conhecida por caprichar nos efeitos especiais de seus espetáculos, desta vez, Marisa apresentou um cenário com menos elementos, porém igualmente impactante. O show foi todo acompanhado de projeções de paisagens que eram exibidas em telões que preenchiam completamente o palco (o teto, o fundo e as laterais do palco), como se os músicos estivessem dentro de uma imensa caixa musical. 
Ao final da apresentação, ciente do poder que um de seus maiores sucessos, Bem Que Se Quis, tem entre o público, Marisa voltou para um segundo bis sem a banda. Ela entoou apenas os primeiros versos da música, deixando que o público encerrasse a canção, enquanto ela desaparecia no fundo do palco, em uma despedida para lá de elegante. Do repertório, só faltou mesmo outro grande sucesso, Amor I Love You.
Neste sábado, 5, e no próximo final de semana (11 e 12/02), Marisa volta a se apresentar em São Paulo. Na sequência, ela embarca para uma turnê internacional com dez shows nos Estados Unidos. As apresentações no Brasil retornam apenas em abril, com 21 shows no país. 
Confira o repertório completo: 
A partir de R$ 9,90/mês 
A partir de R$ 9,90/mês 
A partir de R$ 9,90/mês 
A partir de R$ 9,90/mês 
A partir de R$ 9,90/mês 
A partir de R$ 9,90/mês 
Leia também no GoRead
Copyright © Abril Mídia S A. Todos os direitos reservados.
Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.
Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo
Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA
Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

source

Deixe uma resposta