Músico Fernando Knoll, do Conservatório de Itajaí, morre aos 34 anos – ND Mais

Itajaí começou esta última semana de junho de luto pela morte do músico Fernando Knoll das Neves, de 34 anos, neste domingo (26). Fernandinho, como era conhecido, lutava contra um câncer, ele fazia parte do Conservatório de Música Popular de Itajaí.
O guitarrista e compositor teve uma trajetória musical de destaque na cidade e região, com 20 anos de carreira artística. Estudou com professores como Cássio Moura, Dalton Xavier, Paulo Gekas e Leandro Fortes.
Foi aluno do curso de guitarra, da primeira turma do Conservatório de Música Popular de Itajaí Carlinhos Niehues e se formou em 2009. Era também bacharel em Guitarra pelo curso de Música da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em 2016.
O gosto e estilo versátil de Fernandinho lhe permitiram transitar como músico e produtor entre grupos e apresentações de jazz, bossa nova, rock, entre outros gêneros musicais.
Foi integrante e fundador da banda Exodub, na qual gravou e produziu, em parceria com Oliver Dezidério, o CD “Linha de frente”. Possui ainda participação nas gravações dos trabalhos de Thales Nunes (Cantable) e Rodrigo Suave (Traçado Bem Brasileiro) e em dois episódios do programa “Nossa Toca”, produzidos respectivamente pelos produtores Ricardo Pauletti, Bruno Moritz e Giba Moojen.
Participou de diversas edições do Festival de Música de Itajaí, evento que contribuiu com sua formação e prática musical. Realizou a direção musical do trabalho do cantor e compositor Maloka Nunes, premiado no 6º Festival da Canção de Balneário Camboriú, como melhor canção e melhor instrumentista para o próprio guitarrista.
Também foi idealizador e guitarrista da banda Felaclan junto com a cantora carioca Larissa Marinônio e o baixista Lucas Phillip. Junto com Phillip e Elvis Pauli gravou o álbum “Trio Nó de Oito”. Era professor na Escola Laboratório da Música, onde lecionava aulas de guitarra e violão. Atualmente, era produtor na Oito8 Produções, com Leandro Geum.
Fernandinho aprovou, neste ano, pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Itajaí, o projeto “Das Neves Instrumental”. A proposta prevê a realização de gravação de cinco músicas autorais do guitarrista.
O Município e a Fundação Cultural de Itajaí enalteceram o legado deixado pelo artista para toda cidade, suas contribuições se perpetuam em sua música e obra.
Show foi no Parque de Exposição, na edição do São João da Bahia
Mineira que vendeu mais de 6 milhões de discos e faturou dois prêmios grammys latinos é o destaque d …
Embalados pela Mello Band, os visitantes vão poder apreciar seis gravuras de Juarez Machado que apre …
De 8 a 24 de julho, músicos e bandas se reúnem em cinco palcos espalhados pela cidade; NDTV Record T …
Nova música foi lançada nesta quinta-feira (29) e contou com show de lançamento em Blumenau
© 2022 Copyright Grupo ND
O Grupo ND utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e desenvolver iniciativas de marketing e publicidade. Clique em “definições de cookies” para escolher quais tipos de cookies deseja compartilhar conosco. Para aceitá-los, clique em “Aceitar todos os cookies”. Querendo saber mais, acesse nossa central de privacidade.

source

Deixe uma resposta