Os hits de 20 anos atrás: relembre as músicas lançadas em 1998 – Omelete

Música
Lembra quando a Britney Spears surgiu? No ano de 1998, a música sentiu a revolução da música pop trazida pela cantora, mas ainda teve muita coisa chamando atenção nas rádios; Metallica se estabelecia no mainstream e Celine Dion dominava com “My Heart Will Go On”. No Brasil, era o tempo de estouro de Charlie Brown Jr, da fase mais madura de Sandy & Junior e ainda dos sucessos do Axé do fim de Ivete Sangalo na Banda Eva
Relembre os hits de 1998:
1998 foi marcado por diversos acontecimentos e grandes hits, mas poucos foram tão marcantes como “…Baby One More Time”, single de estreia da Britney Spears. Um dos singles mais vendidos na história, a faixa chegou ao primeiro lugar das paradas em todos os países onde entrou na lista. O histórico clipe foi eleito pela Billboard como o vídeo musical mais influente dos anos 90. Ouça aqui. 
Hit do Aerosmith para o filme Armageddon, “I Don’t Wanna Miss A Thing” foi definitivamente uma das maiores baladas do ano. Escrita por Diane Warren, a música é um dos maiores hits do Aerosmith e foi seu primeiro número #1 nas paradas. A faixa foi indicada tanto para o Oscar de melhor música original como ao Framboesa de Ouro como pior música original. Ouça aqui.
O primeiro álbum do Charlie Brown Jr.Transpiração Contínua Prolongada, foi lançado em 97 e rendeu hits históricos da banda, que ultrapassaram o seu ano de lançamento e continuaram até 98. “Tudo Que Ela Gosta de Escutar” e “Quinta-Feira” eram dois hits nacionais que também não saíam das rádios. Ouça aqui.
Cher também marcou o ano de 98 com o hit “Believe”, do álbum de mesmo nome, seu vigésimo segundo trabalho de estúdio. A música rendeu à Cher um crédito no livro dos recordes como cantora mais velha a chegar ao topo da Billboard Hot 100. “Believe” é uma das primeiras músicas da história a ter usado Auto-Tune, para criar os efeitos que distanciaram a cantora do estilo pop-rock para um som mais eletrônico e dançante. Ouça aqui.
Inesquecível como trilha do Titanic, que foi lançado no fim de 1997, “My Heart Will Go On”, de Celine Dion, foi lançada na maior parte do mundo em 98 (a faixa foi lançada em dezembro de 97 apenas na Austrália e na Alemanha). O hit foi o single mais vendido em 98 e se tornou um dos mais vendidos na história, além de ter levado o Oscar de melhor música e quatro Grammys. Ouça aqui.
A dupla Sandy & Junior lançou em 98 o álbum Era Uma Vez Ao Vivo, e com ele foram lançados dois singles que eram covers de canções estrangeiras: “Em Cada Sonho”, cover de “My Heart Will Go On” e “No Fundo do Coração”, cover de “Truly Madly Deeply”, do Savage Garden. As duas músicas não paravam de tocar na MTV e estourou em sucesso de vendas – ele marcou a primeira vez que a dupla superou 1 milhão de álbuns vendidos, com 1.7 milhão de vendas. Ouça aqui.
Shania Twain era um dos nomes mais comentados em 98, principalmente pelo lançamento do single “You’re Still The One”. Um dos maiores hits da cantora, a faixa foi indicada a quatro Grammys: Twain ganhou nas categorias de melhor música country e melhor performance country, mas perdeu álbum e música do ano. Ela também marcou como a primeira cantora mulher country a ser indicada a melhor vídeo no MTV Video Music Awards. Ouça aqui.
Junto com “Liberdade pra Dentro da Cabeça”, “Presente de Um Beijo Flor” foi um dos hits do álbum de estreia do Nativus (mais tarde conhecidos como Natiruts), banda de reggae que surgiu em 98 no Brasil. Ouça aqui.
1998 também foi marcado pelo Axé, que teve a Banda Eva como um de seus maiores representantes. No último ano de Ivete Sangalo como vocalista, o conjunto lançou Eva, Você e Eu, álbum que trouxe hits como “Carro Velho” e “De Ladinho”. Ouça aqui.
“Whiskey In The Jar”, canção tradicional irlandesa, foi regravada pelo Metallica em 1998 e lançada no álbum de covers Garage Inc. O single dominou as rádios de rock e rendeu à banda californiana o Grammy de melhor performance de hard rock. Ouça aqui.
1998 também trouxe hits históricos para o mundo da MPB; Djavan lançou o seu décimo-terceiro álbum, Bicho Solto, que trouxe “Eu Te Devoro”, clássico da música brasileira que continua a tocar até hoje. Ouça aqui.
E no rock brasileiro as coisas também seguiam firmes e fortes. Uma das maiores bandas do tempo era Skank, que lançou em 1998 o álbum Siderado. O disco introduziu diversos singles da banda, o primeiro tendo sido “Resposta”, faixa que trouxe a banda mineira acompanhada por uma orquestra. O álbum ainda trouxe, no mesmo ano, “Saidera” e “Mandrake e os Cubanos”. Ouça aqui.
Outra entre as mais tocadas que foram feitas para filmes foi “Iris”, do Goo Goo Dolls, escrita para o filme Cidade dos Anjos, com Meg Ryan e Nicholas Cage. O hit é um marco no rock alternativo e ficou 18 semanas no topo da parada entre as músicas mais tocadas no rádio, além de ter entrado na lista da Rolling Stone em 39º na lista de maiores músicas de pop de todos os tempos. Ouça aqui.
“Televisão de Cachorro” foi o quarto álbum do Pato Fu, lançado em 1998. Apesar de já ter relativo sucesso antes, foi neste ano que a banda de Fernanda Takai estorou, principalmente pelo single “Antes que Seja Tarde”, acompanhado por um clipe que também fez um belo sucesso na TV. Ouça aqui.
1998 também foi marcado para sempre com o maior hit do Jota Quest, “Fácil”. Faixa do álbum De Volta Ao Planeta, o hit foi o que trouxe a banda aos holofotes, marcando primeiro lugar nas paradas das maiores rádios brasileiras. Ouça aqui.
Música do segundo álbum do SemisonicFeeling Strangely Fine, “Closing Time” é outra que marcou o ano de 98, chegando ao topo das paradas de rock. A balada pop também foi indicada ao Grammy de melhor música de rock, mas perdeu para “Uninvited”, de Alanis MorisetteOuça aqui.
Consagrado como disco de ouro, Autolove, o terceiro álbum do Kid Abelha, foi lançado em 1998. O disco teve como primeiro single a balada “Eu Só Penso Em Você”, que também conquistou o público rapidamente e se tornou uma das faixas mais queridas da banda. Ouça aqui.
Música
Música
Música
Música
Música
Música
Empresas
da Omelete Company:
Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.

source

Deixe uma resposta