Pernambuco prevê ocupação acima de 90% no São João da Retomada – Hotelier News

Canjica, bandeirolas, fogueira e muita festa: com a chegada dos festejos juninos, o setor hoteleiro também tem muito a comemorar. Após dois anos sem a tradicional celebração, a hotelaria de Pernambuco espera atingir uma ocupação média de 90,71% nos principais destinos durante o São João da Retomada. Para este ano, a expectativa é que o estado receba o mesmo número de turistas de 2019, período pré-pandemia, quando registrou um fluxo de mais de 880 mil visitantes.
Recente pesquisa realizada pelo Setor de Estudos e Pesquisas da Setur-PE (Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco) revelou que cada turista deve gastar em média R$ 150 por dia durante as comemorações. Somado à expectativa de visitantes, o setor de turismo e hotelaria deve faturar cerca de R$ 433 milhões, valor registrado no ano de 2019, segundo a Folha de Pernambuco.
“Todo mundo se preparou este ano para receber os turistas de Pernambuco, do entorno e do Sudeste do Brasil. Caruaru, por exemplo, recebe muitos turistas de São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. E nas outras cidades não é diferente”, comenta Milu Megale, secretária de Turismo e Lazer de Pernambuco em entrevista ao veículo pernambucano.
Para atender a demanda, o governo de Pernambuco está realizando investimentos em vários municípios, em especial no de Caruaru, que espera atingir 91,02% de ocupação. “Como em Caruaru a festa começa antes dos outros municípios, o investimento feito foi de R$ 3,5 milhões, maior que os outros anos até mesmo pela potencialidade que este ano precisou para acontecer a festa, muitas bandas precisando tocar”, explica Milu.
De acordo com a secretária, a Setur-PE ainda está fechando os valores de investimento nas outras cidades. Embora Caruaru seja destaque, não quer dizer que outros destinos também não devam registrar altos índices de ocupação para o período, visto que Taquaritinga do Norte deve alcançar a maior ocupação hoteleira do estado, 100%, e Bezerros e Bonito, 95%. Além desses, também há destaque para Ipojuca (90,33%), Petrolina (90%), Fernando de Noronha (86,56%), Gravatá (84,2%) e Arcoverde (74,31%).
Segundo o vice-prefeito e secretário de Turismo e Lazer de Gravatá, Júnior Darita, a cidade está se preparando desde a pandemia para o momento. “Nosso planejamento teve início ainda em 2021, mesmo sem a certeza de que a festa aconteceria. Neste ano contamos com vários polos para atender todos os públicos. Para o próximo final de semana a expectativa é receber o dobro da população que mora no município”, acrescenta.
“Os músicos e artistas precisam muito dessa volta, as pessoas estão sedentas por uma comemoração. É uma festa que está voltando então fizemos questão de aumentar os investimentos para que essa verba chegasse nas atrações culturais”, alega Milu. “Temos polos que são muito fortes, como Caruaru, mas temos também outros locais e cidades menores que prepararam suas festas com um carinho enorme para receber os turistas de todo o Brasil”, finaliza.
Além de Pernambuco, outros estados nordestinos projetam boas ocupações para os festejos de São João, como a hotelaria paraibana, por exemplo.
(*) Crédito da foto: Chico Andrade/Setur-PE
Utilizamos apenas cookies essenciais e necessários para o funcionamento do site. Para entender como o Hotelier News realiza o tratamento de dados pessoais, acesse nosso Aviso de Privacidade e Proteção de Dados.
Copyright 2003 – 2021 Hotelier News. Todos os direitos reservados. A reprodução de qualquer parte do conteúdo deste site é proibida.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.