"Sexta no Centro" abre a programação cultural de julho em Jundiaí – Jornal de Jundiai

Quem estiver circulando pela área central da cidade nesta primeira sexta-feira de julho (01), das 16h às 22h, poderá conferir as atrações programadas pelo Departamento de Cultura, para o palco da praça Marechal Floriano Peixoto – Coreto, atrás da Catedral Nossa Senhora do Desterro, da ação “Sexta no Centro”, uma parceria das Unidades de Gestão de Cultura (UGC) e de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT), abrindo a programação cultural de julho na cidade.
O público terá a oportunidade de assistir as apresentações musicais e de dança dentro da programação da “Sexta no Centro” e, ainda desfrutar do espaço gastronômico, sob a responsabilidade dos permissionários dos varejões noturnos, assim como, conhecer o artesanato diversificado produzido pelos integrantes do Projeto Jundiaí Feito à Mão.
Na abertura da programação às 16h, o Trio CRZ, traz um show de música instrumental, releituras de alguns clássicos da música instrumental Jazz/Fusion, sucessos de artistas como Pat Metheny, Herbie Hancock e Duke Ellington serão tocados com energia, com muitos improvisos instrumentais, que já característica do gênero e com um toque pessoal de cada músico, o que somado ao som vivo, trará uma outra visão e uma oportunidade muito rica do público conhecer e apreciar um novo estilo de música.
Às 17h, apresentação do Coletivo Revelia, com o espetáculo de dança “ No espaço que vagueia pelo corpo”, uma proposta àqueles que atravessam uma viagem pelas memórias e afetos vivenciados no espaço público, da infância à adultez. A dramaturgia é construída a partir do encontro com a rua, num convite à ocupação e movimento dos territórios em que habitamos.
O Coletivo Revelia é formado por artistas emergentes com formação em dança na Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, que se uniram pelo interesse na pesquisa e criação em Site Specific. O coletivo nasceu em 2020, como um grupo de trabalho de conclusão de curso orientado pela professora Holly Cavrell, do departamento de Artes Corporais. O coletivo se manifesta na preocupação comum do diálogo com o público, se relacionando e produzindo afetações entre o corpo e a cidade. O espetáculo “No espaço que vagueia pelo corpo” é realizado por Catharina Glória, Giullia Kelly e Leandro Serizo, duas bailarinas e um músico amantes da boa conversa e lembranças de carinho.
Das 17h30 às 19h30, o palco ficará sob o comando do DJ Piggy, um dos mais conceituados, com mais de 20 anos de trabalho, atua com um toque refinado e diferenciado com scraths e performances de tirar o folego. Sempre com um repertório impecável Open Format de Clássicos e Atualidades, especialista em todas as vertentes da MPB brasilidades, Black Music: Soul, Original Funk, Jazz, Blues, Hip Hop, R&B, House, Drum Bass e Reggae, hits do momento entre outros, promete levar o público a dançar e cantar com as trilhas preparadas para esse show.
A cantora Shirley Espíndola, acompanhada dos músicos Thiago Lourenço (piano e teclado), Cahê Boldrini (baixo elétrico) e Renato Lanza (bateria, bateria eletrônica e samples) apresenta a partir das 19h30, o projeto “ Conecta Beat”, um show que tem o objetivo de mostrar o talento de seus integrantes ao executar, com novos arranjos, obras imortalizadas por ícones da música brasileira como Tom Jobim, Vinícius de Moraes e Chico Buarque, mesclando ritmos com uma roupagem nova, moderna e inédita à procura da inovação.
A proposta é acrescentar um toque de contemporâneo e exclusivo à tradicional sonoridade do samba e da bossa nova. É democratizar, difundir e popularizar as obras artísticas dos compositores; agitando o público ao revisitar sucessos da MPB com fusão de batidas eletrônicas.
Para o encerramento, às 21h, os músicos Lucas Braga (baterista), Mayara Manga (voz e violão) e Saulo Lansa (guitarra e contrabaixo), apresentam o show “Música Brasileira”, com um repertório variado de sucessos da MPB.
Juntos agora no rádio e no Podcast

source

Deixe uma resposta